domingo, 28 de novembro de 2010

Limpando O Nosso Armazém






"O coração alegre é como o bom remédio, mas o espírito

abatido seca até os ossos" (Provérbios 17:22).



Dizem que uma cascavel, quando encurralada, às vezes se

torna tão perturbada que morde a si mesma. Isto é exatamente

o que acontece com aqueles que guardam ressentimentos contra

outras pessoas -- acabam destruindo a si mesmos. Pensamos

que estamos prejudicando a outros, alimentando esses ódios e

rancores no coração, mas, o dano maior é causado contra nós

mesmos. (Michael Verde)



A quem julgamos fazer mal quando demonstramos mau-humor e

grosserias? Quem sofrerá, de maneira especial, os efeitos de

nosso rancor? Quem perderá a paz quando nossa alma estiver

ocupada com os ressentimentos e traumas do passado? Que

utilidade terá para nós um armazém espiritual onde guardamos

as coisas ruins que experimentamos ao longo de toda a nossa

vida?



Os maiores sofredores seremos nós mesmos! As tristezas irão

corroer a nossa alegria, sepultar os nossos sonhos, secar os

nossos ossos. Nosso sorriso perderá o encanto, nossa luz

estará sempre apagada, nosso encanto não terá qualquer cor.

Deixaremos de amar, deixaremos de cantar, deixaremos de

viver.



Se ainda estamos guardando todas essas atitudes danosas no

estoque de nosso armazém espiritual, está na hora de

promover uma grande limpeza. Vamos jogar tudo fora! O prazo

está vencido! Elas não servem para nada a não ser tornar

impura a nossa vida. Vamos nos livrar dessa carga inútil e

arrumar o nosso armazém. Sem aqueles produtos nocivos, temos

agora espaço livre para estocar amor, fé, amizade,

esperança, solidariedade. Vamos enfeitar o nosso armazém com

a presença do Senhor Jesus e deixar as janelas abertas para

que todos que passam por nós, contemplem as nossas bênçãos e

sejam contagiados pela nossa felicidade.



Você já limpou o armazém de seu coração? Pretende começar

agora mesmo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário